Contos eróticos e histórias picantes reais

Posts Tagged "porra na boca"

Paixão de mãe e filha vira obsessão – parte 4

Paixão de mãe e filha vira obsessão – parte 4

No outro dia levantamos por volta das nove da manha, tomamos juntos um gostoso banho e depois eu Isabela sentei na beirada da banheira e puxei o Artur próximo de mim e segurei sua enorme rola com as duas mãos e comecei a lamber a cabeçorra como se eu fosse uma cabritinha. Procurando por seu leite durante esses dias, eu já estava viciada em mamar. Abri bem a boca e...

Read More
Paixão de mãe e filha vira obsessão – parte 2

Paixão de mãe e filha vira obsessão – parte 2

Como contei na primeira parte desta historia, minha mãe, percebendo meu interesse para seu novo namorado, me tinha me deixado alguns dias sozinha em casa com ele. Passei o dia apreensiva e sentia minha boceta queimar de tesão, os lábios dela pareciam inchar, com aquela porra branquinha escorrendo e melecando os poucos pelos. Resolvi me produzir para esperar o nosso...

Read More
Paixão de mãe e filha vira obsessão – parte 1

Paixão de mãe e filha vira obsessão – parte 1

Olá, meu nome é Isabela. Resolvi relatar a história minha e da minha mãe, nos duas amando o mesmo homem. Tenho vinte e dois anos, morena, cabelos até os ombros, olhos verdes, rosto delicado, boca com lábios grossos e grande, que dá para abocanhar uma rola bem grossa, seios médios e durinhos, pernas bonitas. O que mais chama atenção é minha bunda empinada e...

Read More
Surra de cinto

Surra de cinto

– Olá Mario está confirmado para quarta-feira? Vou te esperar na hora do almoço no meu escritório, ainda tenho teu gosto em minha boca. Recebi a mensagem de texto inesperada na terça-feira, desde o dia do primeiro boquete haviam passado cinco, sem que a gente se falasse. Depois que ela tinha chupado bem meu pau, lambeu tudo e deixou ele bem limpo, a gente...

Read More
Quando o tesão cresce incontrolável

Quando o tesão cresce incontrolável

A gente se conheçe faz pouco tempo. Ele era muito gato, um corpo magro mas bonito, gostoso. Pele escura, olhos pretos, lábios carnudos. Aquela sua aparência de criança que lhe dava um não-sei-o que de fascinante, e desfarçava suas proporções reais, que eu descobri alguns meses mais tarde, o dia em que a gente decidiu de ficar juntos. Eu sou pequenininha, cabelo...

Read More